Aos sete anos de existência, o CTC Digital não para de se transformar. A então escola de audiovisual e tecnologia, que nasceu em São Paulo dentro da Casa Taiguara como projeto de capacitação de jovens de rua, hoje é um centro reconhecido de formação 100% gratuita, cada vez mais independente e que está de olho nas mudanças do mercado de trabalho e da sociedade. Nesta entrevista, a diretora executiva do CTC Digital, Rachel Carneiro de Souza, fala ao Horyou blog sobre seus projetos e desafios:

Formandos do CTC Digital
Formandos do CTC Digital

– O que é o CTC Digital e qual a sua história?

O CTC Digital nasceu em 2009 dentro da Casa Taiguara e inicialmente atuava como uma escola de audiovisual e tecnologia para os jovens dos abrigos gerenciados pela organização e que proporcionava uma melhoria na formação dos educadores que cuidavam desses jovens. Ao longo do tempo, o CTC Digital passou a ser procurado por alunos da rede pública que moravam no entorno de sua sede e percebeu o potencial de ampliar suas atividades para atender a esses jovens. Com isso, houve um aumento da grade de cursos que eram oferecidos e, no ano seguinte, as primeiras turmas começaram a ser oferecidas para esse público. Em 2012, nossas atividades e cursos ficaram mais focados em tecnologia e audiovisual, e a metodologia também foi revista. A partir daí o CTC Digital estruturou seu modelo de gestão dos cursos em três pilares: processo seletivo, desenvolvimento e empregabilidade. O processo seletivo passou a ser baseado em conhecimento técnico, em vez de ordem de chegada. Além disso, foi agregado ao modelo um esforço para encaminhar os jovens formandos ao mercado de trabalho. Com o passar dos anos esse modelo vem sendo aprimorado e reavaliado. O CTC Digital ganhando independência, criando uma nova organização social específica para cuidar de sua gestão. Com isso, acreditamos que conseguiremos realizar um trabalho muito mais focado e alinhado com as melhores práticas de gestão do terceiro setor, trazendo resultados mais expressivos do ponto de vista de impacto social.

– O marketing digital é uma carreira bastante jovem. A ideia da escola é formar mão de obra qualificada para esse mercado em ascensão?

O marketing digital é um dos focos de atuação dos cursos do CTC Digital, mas não o único. Nesse âmbito temos cursos como Facebook Adwords, Google Adwords, Google Analytics e Mídias Sociais. No entanto, atuamos também com diversos outros cursos na área de tecnologia, de carreiras também em ascensão, e ainda mantivemos nosso braço de audiovisual. Atualmente, o CTC Digital conta com um comitê que congrega profissionais das áreas de tecnologia e mercado de trabalho e que nos ajuda a definir quais cursos ofereceremos a cada semestre, considerando as formações que estão sendo mais procuradas pelas empresas. O objetivo do CTC Digital não se propõe a ser um curso profissionalizante. Entendemos que nosso diferencial de atuação está em ajudar o jovem a definir seu caminho profissional e agregar valor à sua formação, buscando desenvolver habilidades e conhecimentos para além da ferramenta técnica.

Jovens formandas do CTC Digital
Jovens formandas do CTC Digital

– Como o CTC Digital se financia e como tem sido a recepção dos parceiros e doadores com os projetos da associação?

Nosso modelo de financiamento até hoje está baseado na doação de empresas, a maioria por meio de incentivos fiscais. O CTC Digital vem sendo, ao longo dos anos, muito bem recebido pelas empresas que nos apoiam e muitas portas ainda estão se abrindo. Existe, inclusive, um reconhecimento quanto à importância e à qualidade do trabalho que desenvolvemos nos cursos oferecidos. Além disso, contamos também com alguns doadores individuais – pessoas engajadas na causa do CTC Digital. No entanto, estamos buscando aprimorar nosso modelo de financiamento, na medida em que precisamos garantir a entrada mais perene de recursos financeiros. Até então havia um foco muito grande e uma dependência na atração de recursos por meio de projetos aprovados em leis de incentivo, o que traz uma fragilidade para o projeto, pois há costumeiros atrasos no repasse por parte do Governo.

A ideia a partir de agora é construir um novo planejamento de desenvolvimento institucional, focar em esforços que garantam resultados de longo prazo, pensar na organização com um todo e diversificar as fontes de recursos. Para isso, estamos ampliando os esforços para obter doações de pessoas físicas e, inclusive, faremos nossa primeira experiência com crowdfunding em breve. Outras fontes para as quais estamos nos direcionando serão fundações familiares e parcerias com empresas privadas, para além dos incentivos fiscais. Esse é um caminho que está em construção.

– Como a escola seleciona os seus alunos? Há prioridades para pessoas com algum perfil específico?

Atualmente, o processo seletivo é iniciado com uma prova de conhecimentos gerais, envolvendo conteúdos de matemática, português e lógica, e outra de conhecimentos específicos, sobre a área do curso para o qual o aluno está se candidatando. Em uma segunda etapa, o aluno passa por uma entrevista com o professor, quando é analisada a afinidade que tem com a área do curso para o qual ele está se candidatando. Nesse momento, também são informadas todas as regras de participação e assiduidade para que ele confirme seu interesse em participar. Todo esse cuidado na seleção do aluno é importante, considerando que os cursos do CTC Digital são gratuitos e a demanda é muito superior à disponibilidade de vagas, o que faz ser necessário buscar garantir que o aluno tenha um bom aproveitamento, afinal, ele está ocupando a vaga de outras pessoas interessadas em participar da iniciativa.

Laboratório do CTC Digital
Laboratório do CTC Digital

– Quais são as principais realizações do CTC Digital no ano de 2016?

Em 2016, o CTC Digital abriu vagas para nove turmas nos cursos de Game Designer, Google Adwords, Google Analytics, Facebook Adwords, Mídias Sociais, Produção Audiovisual, Redes de Computadores, Programação Web e Arte Digital. Ao todo, 133 alunos foram selecionados para os cursos e as aulas irão até dezembro.

– A filosofia do Horyou, a rede social para o bem social, é Sonhar, Inspirar e Agir. O que essas palavras significam para vocês?

O CTC Digital tem o propósito de dar asas às aspirações profissionais dos jovens que atendemos, oferecendo novos conteúdos, inclusive inspiracionais, para que eles possam seguir seu caminho a partir dali. Não somos um curso de capacitação. Pretendemos ajudar no desenvolvimento de suas habilidades e competências, agregando ferramentas tecnológicas, de forma a abrir portas para que esses jovens possam continuar em uma linha ascendente de crescimento, mostrando seu valor para a sociedade. O CTC Digital quer inspirar esses jovens para que eles possam transformar seus sonhos em realidade.

Por Vívian Soares

Tweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInShare on FacebookEmail this to someone